O que aconteceu com Selena Gomez?

Postagem por: Rebeca Gois
13.12.2018
Categorias: Artigos; Coluna SGBR; Destaque; Especiais; Francia Raisa; Notícias

Há mais de dois meses, às vésperas do lançamento do hit latino “Taki Taki”, Selena Gomez anunciou em seu perfil no Instagram que suspenderia, mais uma vez, sua atividade nas redes sociais. A surpresa, que abalou os fãs, logo se tornou em algo ainda mais preocupante: pouco mais de uma semana após o anúncio, diversas fontes confirmaram a internação da cantora em uma clínica de reabilitação após a mesma sofrer um colapso emocional em um hospital.

 

Mas… O que está acontecendo?

A #ColunaSGBR desta semana explic, com base em uma matéria publicada pela Women’s Health Magazine e em conversas com doutores especialistas no assunto.

 

Como tudo começou?

Em 2013, Gomez foi diagnosticada como portadora de Lúpus, uma doença autoimune (que leva o sistema responsável pela defesa do corpo contra doenças a atacar seus próprios órgãos e células) e que ainda não tem cura.

Iniciou-se uma batalha contra a doença que dura até hoje e obrigou a artista multitalentosa a se submeter a um transplante renal e tratamentos ostensivos para que não ocorresse a rejeição do corpo ao novo órgão.

 

+ Clique aqui e entenda tudo sobre o Lúpus em nossa entrevista com a doutora Jussara Kochen.

 

Como informamos anteriormente, no final do mês de setembro de 2018, Selena passou por um exame de rotina pra contagem dos glóbulos brancos em seu sangue e o resultado não foi nada animador: a contagem baixíssima dessas células preocupou tanto os médicos quanto a cantora, que foi internada por precaução.

Alguns dias depois, o exame foi repetido e a situação continuava a mesma, o que levou Selena Gomez ao desespero.

 

Você sabe o que significa ter uma contagem baixa de glóbulos brancos no sangue?

Os glóbulos brancos (leucócitos) são uma parte importante do sistema imunológico. Para defender adequadamente o corpo, um número suficiente de glóbulos brancos deve receber uma mensagem de que um organismo infeccioso ou uma substância estranha invadiu o corpo, chegar onde são necessários e, em seguida, eliminar e digerir o organismo ou a substância nociva. Em uma situação normal, as pessoas produzem cerca de 100 bilhões de glóbulos brancos por dia, sendo que, normalmente, a contagem total de leucócitos deve variar entre 4 mil e 11 mil células por microlitro. Uma quantidade inferior ou superior a essas significa que algo errado está acontecendo.

De acordo com as informações da WHM, os tratamentos para o Lúpus geralmente são baseados em anular a resposta do sistema imunológico (assim como tratamentos para transplante renal). Ambos os fatores podem resultar em uma contagem baixa de glóbulos brancos.

Alguém com baixa contagem dessas células fica mais sensível a adquirir infecções frequentes e sofrer de fadiga, enxaquecas, tonturas ou hemorragias. E isso pode, com certeza ser um gatilho para a saúde mental.

Como há um risco maior de infecções tendo uma baixa contagem de leucócitos, os pacientes podem ter que fazer mudanças extremas no estilo de vida. “Quando alguém com lúpus têm uma baixa contagem de glóbulos brancos, isso geralmente leva os médicos a recomendarem uma exposição limitada a potenciais patógenos ambientais”, diz o doutor Sean Fischer, oncologista e hematologista do Centro Médico Providence Saint John’s, em Santa Mônica, Califórnia. Isso poderia incluir ficar em casa e evitar lugares públicos e multidões. “É comum recomendar que os pacientes sejam mantidos isolados”, acrescenta o médico.

 

Além disso, o lúpus pode causar ansiedade, mesmo quando o paciente não está lidando com o número baixo de glóbulos brancos no sangue. De acordo com os doutores entrevistados pela WHM, o lúpus e seus efeitos colaterais “têm um impacto sobre o senso de autoconhecimento de alguém […] isso pode abalar sua confiança e fazer você se sentir como se não tivesse controle”.

 

Mas por que ela está em uma clínica de reabilitação?

O tratamento para uma baixa contagem de células brancas, depende da causa desse distúrbio, como podem existir duas causas para o problema de Selena Gomez (lúpus e transplante renal), supomos que a cantora, provavelmente, continua recebendo os mesmos tratamentos aos quais se submete desde a descoberta da doença e recuperação da cirurgia, mas não existem informações confiáveis sobre esta parte do tratamento.

Porém, além do baixíssimo número de células brancas, Selena se encontra na delicada situação emocional explicada no tópico anterior. E, por isso, está em uma clínica passando por um tipo de psicoterapia, chamada DBT, que é normalmente utilizada para ajudar pessoas com o transtorno de personalidade, borderline, mas que também pode ajudar a tratar outros problemas de saúde mental, como depressão, transtorno de estresse pós-traumático, abuso de substâncias, entre outros.

Em teoria, a DBT ajuda as pessoas a desenvolver e aprender novas habilidades para que elas possam lutar contra impulsos de comportamentos autodestrutivos, ajuda a lidar com emoções dolorosas e a diminuir conflitos que possam ter em seus relacionamentos. Além disso, a terapia tem sido aplicada para ajudar as pessoas a ‘tolerar’ o estresse, o que, neste caso, poderia acontecer ao mesmo tempo em que os problemas de saúde.

 

E por que ela ainda não saiu?

Alguns dias atrás descobrimos que o tratamento ao qual Selena está sendo submetida não é como os que a pessoa se interna por 30, 60 ou 90 dias e, somente após esse período o paciente recebe alta.

Uma fonte próxima à cantora revelou à US Weekly, que este tipo de tratamento possibilita que o paciente escolha quando receber alta. Assim, Selena poderá sair da clínica a qualquer momento, quando estiver se sentindo mais preparada para os desafios de sua nova rotina.

 

 

Para conferir outras matérias publicadas na Coluna SGBRacesse.

 

Texto, informações e adaptações por: Rebeca Gois e Equipe Selena Gomez Brasil.

 

Nome: Selena Gomez Brasil (SGBR)
Desde: 21 de Setembro de 2008
Webmiss: Érika Barros
Co-webmaster: Samuel Rodrigues
Design & programação: Dieux Design & Luana Machado
Entre em contato com nosso site