RUMBA: Relembre todas as conquistas de Taki Taki após um ano de lançamento

Postagem por: Yuri Miranda
28.09.2019
Categorias: Taki Taki

Há exatamente 365 dias, Selena Gomez lançava a colaboração de maior sucesso de sua carreira até o momento, “Taki Taki”. A música, que também conta com a participação de Cardi B e Ozuna serviu como carro-chefe do álbum “Carte Blanche”, de DJ Snake, artista principal e produtor da música.

A faixa se tornou um dos maiores sucessos globais de Selena, alcançando números estrondosos nas plataformas digitais, que são refletidos em certificações, prêmios e impacto cultural. Confira as principais conquistas realizadas no primeiro ano de lançamento do hit:

No YouTube, o single recebeu 3 vídeos oficiais: o clipe (+1,55 bilhão de acessos), o áudio (+110 milhões de acessos) e a animação em pixels (+10 milhões de acessos), que somados aos dance videos e lyric videos mais populares, incorporam mais de 2,3 BILHÕES de acessos à música na plataforma, sendo a primeira de Selena a alcançar a marca.

Já no Spotify, a colaboração entrou para a lista das 100 maiores músicas na plataforma, com mais de 845 milhões de reproduções. O hit ficou em #1 por 32 dias, o primeiro de Selena a alcançar a tal posição, e impulsionou a cantora a se tornar a artista com mais ouvintes num período de um mês, 46,2 milhões, ultrapassando Drake e se tornando a 2ª mulher a realizar o feito na história.

 

A música também alcançou o topo das listas globais do iTunes, da AppleMusic e do Deezer.

 

Apesar de “Taki Taki” ficar de fora das playlists das rádios norte-americanas logo em seu primeiro mês, devido problemas entre as gravadoras, a música conseguiu alcançar o pico de 13ª canção mais reproduzida em um dia, uma posição razoável, no MEDIABASE, principal índice de desenvolvimento nos formatos.

 

A falta de apoio nas rádios estadunidenses e de sincronização entre os lançamentos da música e do clipe impediram que a música entrasse para o tão desejado Top 10 da Billboard Hot 100, fazendo o crossover bater na porta diretamente do #11, maior pico que a música alcançou durante suas 26 semanas na parada. “Taki Taki” ao menos alcançou o topo das paradas de streaming da Billboard dos gêneros eletrônicos e latino (neste, permaneceu na posição por 20 semanas).

 

No Brasil, a música alcançou a 23ª posição das mais reproduzidas no Spotify, algo difícil para artistas estrangeiros, e se manteve estável entre as 5 músicas internacionais mais tocadas nas rádios até a chegada do Carnaval.

 

Todo o sucesso global da música foi convertido em certificados de vendas, que de acordo com o próprio DJ Snake, já ultrapassaram a marca de 13 milhões de unidades mundialmente. Confira a lista de certificações por país:

Peru: 2x Diamante

França: Diamante

México: Diamante

Colômbia: Diamante

Equador: Diamante

Índia: 13x Platina

Brasil: 6x Platina

Argentina: 5x Platina

Estados Unidos: 3x Platina

Espanha: 3x Platina

Canadá: 3x Platina

Singapura: 3x Platina

Itália: 2x Platina

Polônia: Platina

Suécia: Platina

Austrália: Platina

Portugal: Platina

África do Sul: Platina

Filipinas: Platina

Bélgica: Platina

Nova Zelândia: Platina

Áustria: Ouro

Alemanha: Ouro

Dinamarca: Ouro

Finlândia: Ouro

Reino Unido: Ouro

 

“Taki Taki” também foi um sucesso em premiações, acumulando vitórias nos El Premio ASCAP, Lo Nuestro Awards, MTV Millennial Awards, Premios Juventud e PlanetaAwards. Além disso, a música recebeu indicações, que não foram bem sucedidas ou ainda estão pendentes, ao Billboard Music Awards, Billboard Latin Music Awards, iHeartRadio Music Awards, Latin American Music Awards, LOS40 Music Awards, MTV Video Music Awards, NRJ DJ Awards, entre outros.

 

A música também foi um marco cultural na América Latina. Na Colômbia, estudantes a utilizaram como base para uma música em protesto contra o baixo interesse do governo em investimentos na educação pública. No Brasil, a música não só entrou na setlist de várias artistas pop como Anitta, Luísa Sonza e POCAH, mas também parou até nos ouvidos dos jogadores da seleção brasileira de futebol, como Daniel Alves. Além disso, a música faz parte da trilha sonora de “A Dona do Pedaço”, atual novela do horário nobre da maior emissora do país e um dos maiores sucessos da grade na década.

 

Nem mesmo North West, a filha de Kim Kardashian e Kanye West, resistiu ao sucesso. A herdeira da socialite se encantou pelo visual de Selena no clipe e o utilizou como fantasia em sua festa de aniversário.

 

Além disso, a música também foi apresentada em grandes festivais mundiais, como o Electric Paradise, por Ozuna e Cardi, e no Tomorrowland, por DJ Snake. Mas a principal apresentação da música foi durante o Coachella, na qual os 3 cantores apareceram de surpresa no show do DJ, marcando a estreia de Selena nos palcos do célebre evento, o que a tornou uma das artistas mais comentadas da edição.

 

O hit da carreira foi tão bem sucedido dentro de 1 ano que a equipe precisou revisar os momentos mais importantes pra não fazer disso aqui um livro, mas a pergunta que não quer calar é: quando vamos poder escutar a música ao vivo em palcos brasileiros?

¡RUMBA!

Nome: Selena Gomez Brasil (SGBR)
Desde: 21 de Setembro de 2008
Webmiss: Érika Barros
Co-webmaster: Samuel Rodrigues
Design & programação: Dieux Design & Luana Machado
Entre em contato com nosso site