ROLLING STONE: O FEROZ DRAMA POP DE SELENA GOMEZ

Postagem por: Rebeca Gois
18.03.2020
Categorias: Destaque; Notícias

Uma das revistas de maior renome da indústria da música, a Rolling Stone, publicou uma matéria falando sobre a falta de crédito que a cantora e compositora recebe por suas canções. Confira a tradução completa abaixo:

O FEROZ DRAMA POP DE SELENA GOMEZ

Ela pode parecer uma tela vazia, mas ninguém faz tantas canções brilhantes por acaso.

As pessoas costumavam tentar diminuir Selena Gomez a um mero fantoche da Disney que tropeçou e caiu na vida de uma estrela do pop. Mas ninguém faz tantas músicas brilhantes por acidente. Seu single de 2020, “Rare”, é o melhor até agora: ela soluça em seus vocais sussurrados de ASMR, uma garota tímida carregando uma linha de baixo que é pura confiança. Selena sempre canta sobre seus sentimentos como se estivesse com medo deles, coisa com a qual muitos de nós nos identificamos. Ela quer correr e se esconder, mas o baixo insiste que ela fique e lute. Esta é uma outra canção perfeita sobre ser bombardeada com muito mais drama do que uma garota jamais deveria ter que suportar.

Selena pode parecer com um enigmático quadro em branco, às vezes, mas ela tem estado presente há anos, enquanto tantas personalidades mais fortes simplesmente desaparecem. Ela conquistou os feitos de um clássico álbum de melhores hits, de “Slow Down”, em 2013, a “Hands to Myself”, em 2017, até “Bad Liar”, em 2017, sempre cantando sua maravilhosamente contorcida e privada linguagem. Você jamais confundiria suas letras com as de outra pessoa. Seu movimento mais poderoso é fazer você continuar se perguntando: “Espera, ela realmente disse isso? Por que ela está falando sobre a Guerra de Tróia? ‘Você é um Gin com suco metafórico’, Oi?” Isso tudo só aumenta seu encanto.

Ultimamente, ela teve que enfrentar um tumulto de alto nível do tipo que a maioria das pessoas se dá ao luxo de sofrer em particular: lúpus, um transplante de rim, término com Justin Bieber milhares de vezes, namoro com The Weeknd. Mas ela está pronta para tudo agora. Suas gravações vieram precedidas de mensagens positivas sobre saúde, bem-estar e plenitude e auto-empoderamento, com uma sensação cada vez maior de “sério, desta vez eu falo sério”. (Quem mais escolheria o título Revival para seu segundo álbum?)

Era uma vez, um mundo que via Selena Gomez como uma estrela condenada a ser definida por seu péssimo romance com Justin Bieber. Quando ela foi feita de piada no Comedy Central, Natasha Leggero expressou a compaixão que todos sentiram por ter que namora-lo: “Ela é, literalmente, a Selena mais azarada da história do entretenimento”. Alguns de nós ainda estamos traumatizados pelo comparecimento deles juntos no VMAs de 2011. Ele trouxe sua cobra de estimação. Selena ficou ao lado dele enquanto Bieber apresentava seu bichinho para as câmeras: “O nome dele é Johnson!”. Era possível ver a agonia resignada em todo o seu rosto, enquanto ela parecia se perguntar em silêncio: “Como isso está acontecendo? Posso ir para casa agora?”.

Com o passar dos anos, Selena suas músicas sobre as idas e vindas, rivalizaram o relacionamento iô-iô em todas as rádios. Então, ele casou-se inesperadamente com outra pessoa. Mas Selena parece liberta – como se ela estivesse vivendo o melhor momento de sua vida. Então, em “Rare”, ela lança suas estranhamente sensuais metáforas sobre torradeiras em batidas pulsantes. Ela testemunha sobre sair de turbulentas tribulações pessoais até que ela esteja “de mãos dadas com a escuridão e sabendo que seu coração tem permissão”. O que significa… algo? Quando Selena Gomez canta, isso significa TUDO.

Essa é uma evolução inesperada para uma criança que começou cantando canções de dormir em “Barney e Seus Amigos”. Quando ela estrelou no filme “Programa de Proteção para Princesas”, em 2009, ela não pode nem interpretar a princesa – ela era a garota americana comum cuja vida entediante se transformou no esconderijo perfeito para a rainha do drama, Demi Lovato. Selena teve que amadurecer nos holofotes. Como ela disse: “Eu estava tão acostumada em cantar para crianças. Nos shows eu costumava fazer todo o público colocar seus dedos mindinhos para cima e prometer que nunca deixariam ninguém fazê-los sentir como se não fossem bons o suficiente”. Mas, assim como seu público, Selena ficou mais velha e mais bagunceira. “Eu olho em seus olhos e não sei o que dizer. Eu não posso dizer ‘Ei, todo mundo, vamos fazer uma promessa de que vocês são lindos”.

Agora, com “Rare, ouvimos com atenção quando ela canta sobre estar perdidamente apaixonada por alguém não corresponde ou não a respeita como deve. Ela está cansada disso – e ela promete que nunca voltará a cometer o mesmo erro novamente. (Spoiler: ela irá, assim que sua próxima canção começar). Sua voz está cheia de confusão, mas ela continua lutando no meio do caos emocional. Essa tensão requintada é o que faz seus hits tocarem como uma longa saga sobre a impossibilidade de algum dia conseguir controlar todas essas emoções. Bom, talvez ela consiga. Mas por que ela iria querer?

Tradução e adaptação: Equipe Selena Gomez Brasil

Comments

comments

Nome: Selena Gomez Brasil (SGBR)
Desde: 21 de Setembro de 2008
Webmiss: Érika Barros
Co-webmaster: Samuel Rodrigues
Design & programação: Dieux Design & Luana Machado
Entre em contato com nosso site