Postagem por:
Rebeca Gois
11 jun.2020

Há quase uma semana, após o estouro de uma luta racial nos Estados Unidos, impulsionada pelo assassinato de George Floyd pela polícia de Minessota, Selena Gomez decidiu abrir seu Instagram para que influenciadores e ativistas pretos pudessem educar e informar seus seguidores em busca de uma formar futura geração justa e sem preconceitos.

Quem assumiu o Instagram da cantora nesta quinta-feira, 11/6, foi a ativista Nelini Stamp. Veja o post de apresentação que Selena publicou:

“Conheça Nelini Stamp (@nelstamp). Nelini é Diretora Estratégica do @workingfamilies – um partido multirracial de pessoas trabalhadoras se unindo através das diferenças pra fazer nossa nação funcionar para a maioria, não para poucos. Ela foi uma das muitas ativistas no ‘Occupy Wall Street’. O ponto central do trabalho de Nelini é uma ação transformadora nas ruas para obter vitória nos votos. Seu trabalho pode ser visto na revista Glamour e ela foi nomeada como ‘It Girl’ na @nylonmag de 2018. Nelini assume minha conta hoje!” 

Nelini utilizou o perfil de Selena para falar sobre a importância do voto consciente para a comunidade negra e compartilhou imagens das filas que se formaram na última terça-feira no intuito de reprimir o registro de votos de comunidades de cor, na Georgia.

Tradução: “As cenas feitas pelo The New York Times na terça-feira mostram as filas de espera para o registro dos votos na Georgia. É isso o que acontece quando os votos de comunidades de cor são ativamente reprimidas pelo governo dos Estados. Organizações como a @blackvotersmtr e @workingfamilies se responsabilizaram em garantir que este esforço de supressão falhe. Nós fazemos isso conversando com eleitores sobre os problemas e levando-os até as urnas de votação”.

  • NOTA SGBR: Os EUA estão testando o sistema de urnas eletrônicas para contabilizar os votos nas preliminares da eleição presidencial, que acontece em novembro deste ano. No entanto, as máquinas têm apresentado problemas ao receberem muitos votos, o que gera filas quilométricas durante o período de votação e desencoraja os eleitores a registrarem seus votos. Importante lembrar que, diferente do Brasil, o voto nos Estados Unidos não é obrigatório, vota quem quer. Porém a incapacidade de registrar muitos votos em um curto período de tempo nas urnas testadas representa um problema para as eleições no final do ano, que prometem ter um volume muito maior comparado a anos anteriores justamente por toda a onda de conscientização que tem atingido a população do país.

Nelini continuou usando o Instagram Stories para falar sobre o assunto. Confira as traduções abaixo:

TRADUÇÃO: Arrasta pra cima e leia histórias de pessoas como LaTosha Brown, que esperou três horas em uma fila para votar. Clique aqui para ler em inglês.
TRADUÇÃO: “JUNTE-SE À LUTA. PROTEJA O VOTO.” Esta é a organização @fairfightaction, criada pela @staceyabrams que está liderando o encargo contra a repressão dos votos na Georgia.
TRADUÇÃO: Eu também sou co-fundadora do @resistancerevivalchorus – um coletivo de mulheres e artistas não binários e ativistas que cantam músicas de protesto em um espírito de alegria e resistência. Clique aqui para assistir ao vídeo no IGTV.
TRADUÇÃO: Working Families é um partido político lutando pela maioria e não para poucos. Nós apoiamos candidatos que compartilham dos mesmo valores que nós para garantir que o governo foque em servir às necessidades de nossas comunidades. Como Diretora Estratégica, meu objetivo é focar nos lugares onde nossas comunidades mais precisam de nós.
TRADUÇÃO: Esse é o nosso novo hino, graças ao @getthisdance. Nós usamos o remix de sua música no nosso protesto “Corte o financiamento da polícia”, no último sábado, no Brooklyn. Eu fui uma das muitas organizadoras da passeata e desde então o vídeo viralizou. Assista aqui.
TRADUÇÃO: Leia a inigualável @nelstamp no The Guardian sobre esse movimento: “Eu nunca vi um levante multirracial na minha vida, como a que estamos vendo agora, e por toda ansiedade que eu sinto todas as manhãs sobre o que virá depois, eu tenho esperança”.
TRADUÇÃO: Este é um momento quando as pessoas precisam se movimentar pelo que é certo. Nós devemos nos juntar para curar nossa nação, para que ela seja centrada em equidade e justiça. Obrigada por ouvirem minha história e entrar nessa luta com a Working Families.

Você pode acompanhar todas as postagens diárias sobre o conteúdo e o discurso de outros ativistas no Instagram oficial de Selena.

O Selena Gomez Brasil estará diariamente traduzindo os conteúdos publicados por cada influenciador e publicando-os aqui no site.

Tradução e Adaptação: Equipe Selena Gomez Brasil

Comments

comments

Siga o Twitter do site para receber
novidades sobre Selena em tempo real
Na nossa página do Facebook, você também
não perde novidades sobre Selena. Curta!
Siga-nos no Instagram para fotos, vídeos e
entretenimento sobre Selena e o site
Web status
Criação e desenvolvimento por LIVZZLE e Lannie.D
© 2020 - Selena Gomez Brasil