Postagem por: Julia Brum
23.09.2020

A prestigiada revista TIME divulgou a sua renomada lista das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2020. Entre líderes políticos e ícones que salvaram o mundo durante a pandemia, Selena Gomez foi listada na categoria de artistas.

Com a sua apresentação feita pela ganhadora do Emmy, America Ferrera, Selena foi enaltecida pelos seus diversos projetos revelando seus multitalentos, além de seus atos ativistas relacionados a saúde mental e ao Black Lives Matter. Confira a tradução abaixo:

Selena Gomez está descaradamente espalhando suas asas e influência em qualquer caminho que suas paixões a levem. Ela sempre foi uma ótima musicista, mas também sempre foi mais do que só sua música. Durante este ano, além de lançar seu terceiro álbum nº 1, “Rare”, Selena conseguiu seu próprio programa de culinária na HBO Max, “Selena + Chef”, e estrelará e será a produtora executiva da série de comédia do Hulu, “Only Murders in the Building“. Ela lançou sua própria linha de beleza, com a qual se comprometeu em arrecadar 100 milhões de dólares em 10 anos para ações de saúde mental em comunidades carentes. Ela usou sua enorme plataforma de mídia social para incentivar seus seguidores a votar nas eleições estadunidenses e apoiar o Black Lives Matter.

E, talvez o mais importante em uma época em que os imigrantes temem por sua segurança e as invasões do ICE estão por todos os noticiários, Selena tem sido uma defensora declarada dos direitos dos imigrantes na América. No ano passado, ela foi a produtora executiva da série documental da Netflix, Living Undocumented, e contou a história da jornada emocional de sua própria família do México aos EUA na TIME. Selena corajosamente usa sua plataforma global a serviço de sua identidade completa. Ela é um símbolo de sua geração poderosa, que rejeita patentemente a noção de que eles pertencem a apenas uma única direção, seja como artistas, ativistas ou cidadãos do mundo.

Fonte: TIME

Tradução: Equipe Selena Gomez Brasil

Categorias: Notícias
Postagem por: Andressa Schmidt
23.09.2020

Selena foi entrevistada para edição especial da Revista Rolling Stone com os artistas mais especulados para indicações ao Grammy 2021. A revista conta com entrevistas de The Weeknd, Dua Lipa, entre outros, e foi enviada para a comissão votante da premiação. Confira a tradução na íntegra da matéria escrita por Brittany Spanos.

Selena Gomez está pronta para a próxima fase de sua Jornada do Pop

“Eu não quero que as pessoas me vejam apenas como triste e machucada”, a cantora conta em uma entrevista para a nossa “2021 Grammy Preview” (Prévia do Grammy 2021). “Eu experimentei algo real, e essa parte de mim acabou”

A primeira rodada de votação do Grammy começa em 30 de setembro e vai até 12 de outubro. Para a nossa Prévia do Grammy 2021, nós pedimos a uma série de candidatos para a premiação do próximo ano para refletirem sobre antigas experiências na cerimônia, olharem para o futuro, e discutirem os álbuns e singles que poderiam render a eles uma estatueta em janeiro.

A década dos 20 anos de Selena Gomez tem mostrado as dificuldades tanto da vida privada quando pública da cantora. Enquanto trabalhava em seu segundo álbum solo, ‘Revival’ em 2015, ela foi diagnosticada com a doença autoimune Lupus. Ela teve que parar uma turnê na metade em 2016 por complicações da doença, que incluiu ataques de pânico, ansiedade e depressão; no ano seguinte, ela se afastou da vida pública por um tempo, revelando mais tarde que havia passado por um transplante de rim.

Algum tempo longe da música foi para Gomez. Nos últimos anos, a estrela da Disney foi capaz de se flexibilizar como produtora de televisão (‘Os 13 Porquês’, ‘Living Undocumented’) e fez aparições de sucesso nos hits de Ozuna e Kygo. No entanto, ela esteve trabalhando a coragem de lançar ‘Rare’, um terceiro álbum empoderado e divertido que poderia lhe dar uma primeira nomeação ao Grammy.

Gomez conversou conosco de sua casa em Los Angeles, onde ela tem passado o isolamento durante a pandemia do corona vírus. Apesar de tudo que ela tem enfrentado, ela se sente otimista: “Eu ainda acho que meu melhor trabalho ainda não foi realizado”.

Você lançou o ‘Rare’ em janeiro, apenas algumas semanas antes da pandemia tomar conta dos EUA. Como você teve que mudar os seus planos pós lançamento?

Quando o álbum saiu, eu tive que celebrar e aproveitar isso. [Depois] eu fiquei realmente triste por todo mundo. Em questão de estratégia, nós decidimos finalizar o ciclo [do álbum], encerrar, porque não seríamos capaz de fazer mais nada pelo resto do ano. Eu lancei ‘Boyfriend’ – foi tecnicamente o último single. Mas o que estava acontecendo era muito mais importante do que qualquer coisa que poderiam ter dito ou feito. Para ser honesta, eu não poderia aproveitar quando ‘Boyfriend’ saiu. Eu estou muito orgulhosa da canção, mas eu não aproveitei o momento.

Este álbum veio 5 anos após o ‘Revival’. Quando você começou a conscientemente escrever e gravar ele?

Eu comecei apenas tocando – [sem pretensões]. Eu não disse, “eu quero fazer um álbum” – foi mais eu indo, experimentando e escrevendo com pessoas que eu me sinto confortável de escrever junto delas. Isto foi provavelmente há 3 anos. Eu não me senti muito inspirada, então eu meio que entrava e saía.

Eu sai disso por um tempo, e quando eu voltei… Eu não sei se alguma coisa aconteceu comigo. Eu ouvi uma canção chamada ‘Rare’, e esse foi o momento que eu soube que meu álbum estava começando e que esse seria o nome do álbum depois que eu gravasse.

Desde então, eu foquei em criar mais músicas que falavam sobre transformação e vulnerabilidade e coração partido. Eu senti como se [o material] tivesse ficado realmente muito forte, e eu estava muito feliz com isso. Eu acho que ficar mais envolvida do que eu já estive antes [na produção do álbum] me ajudou a ganhar confiança e me empoderou completamente. Eu tive o controle do que eu ia dizer, e do que eu ia fazer.

O que estar no controle parecia para você?

Eu não tive meu time ou meu A&R (divisão de uma gravadora responsável pela pesquisa de talentos e desenvolvimento artístico dos músicos) ou minha gravadora muito no processo. Eu controlei o que estava sendo enviado. Foi ideia minha lançar ‘Lose You to Love Me’ e ‘Look at Her Now’ [uma seguida da outra]. Eles ficaram nervosos com isso, porque eles não queriam se afastar de nenhuma das músicas. Eu sabia desde o início que ‘Lose You to Love Me’ iria ser uma grande música, porque eu apenas senti isso no meu coração.

Eu queria que as pessoas afastassem essa ideia de que era uma jornada e que estava completamente fechada. Eu não quero que as pessoas me vejam apenas como triste e machucada. Eu não quero mais isso. Eu queria que as pessoas soubessem que eu experimentei algo real, e essa parte de mim acabou.

Parece que você formou uma equipe muito coesa de compositores e produtores ao seu redor. Julia Michaels e Justin Tranter tem sido cruciais nesse aspecto. Como foi a sensação de criar esse vínculo com eles?

Eu passei muito tempo da minha vida estando consciente do que eu digo e faço. Não porque eu estava assustada – eu só não sabia se eu tinha o direito de dizer alguma coisa. Eu não sabia se geraria confusão ou causaria algum tipo de tumulto. Eu queria que isso fosse muito seguro.

O momento que comecei a trabalhar com a Interscope [em 2014], eu estava ouvindo ‘Good For You’, e essa era obviamente de Justin e Julia. Eu me apaixonei pela canção. Era exatamente onde eu queria chegar: ser mais mulher e estar bem com quem eu era, e não muito assustada para explorar mais a fundo disso.

‘Revival’ foi quando eu comecei a trabalhar com pessoas específicas. Eu amo trabalhar com pessoas novas, mas para mim e meu processo, é legal trabalhar com as mesmas pessoas. Julia e eu temos algum vínculo e muitas experiências na vida que estão conectadas, e isso foi muito importante para mim. Eles se tornaram família. Agora, é fácil. Nós vamos e nos sentimos confiantes. Nós apenas nos amamos. Eles vão ser parte da minha vida para sempre.

Tradução e adaptação: Equipe Selena Gomez Brasil

Categorias: Notícias
Postagem por: Andressa Schmidt
23.09.2020

Depois de 10 episódios, Selena finalizou a primeira temporada de sua série para HBO Max, “Selena + Chef“, onde ela se encontra com 10 chefes de cozinha do mundo todo por vídeo chamada para aprender a preparar algumas das melhores receitas. Aqui você confere o resumo dos episódios 7, 8, 9 e 10.

S01E07

Nesse episódio, Selena “encontra” o chef e autor Angelo Sosa, com quem aprende a cozinhar um guacamole e um arroz de panela, ambos feitos de forma rápida. Ele também ajudou a abrir restaurantes aclamados em Nova York e San Diego. Quando Angelo pergunta a Selena como estão as habilidades dela com a faca, um pequeno resumo dos episódios anteriores com erros aparece na tela mostrando que as habilidades da cantora não são tão boas assim. E o avô de Selena aparece nesse momento para observar o andamento do trabalho dela na cozinha, avisando que Angelo a ensinasse a usar a faca sem cortar os dedos. Quando Angelo pergunta se o Papa gosta de cozinhar, ele responder que “não, apenas comer”. Errado não está, não é mesmo? Angelo diz que música é algo criativo, e ele imagina que cozinhar também tem essa lado de criatividade; no que ele pergunta a Selena qual a inspiração dela, e ela responde que uma das melhores partes de cantar e escrever é que ela fica vulnerável. “As únicas coisas que posso escrever, geralmente, são sobre poder e amor”. Angelo diz que, para ele, cozinhar com amor é a coisa mais bonita. “As receitas são diretrizes, mas permitem que nosso coração apenas nos navegue pelo que admiramos, o que amamos e o que gostamos”. A instituição apoiada nesse episódio foi “Feeding San Diego”, que ajuda a alimentar adultos e crianças que sofrem com a fome diariamente, especificamente no condado de San Diego. A organização é uma subsidiária do “Feeding America”.

S01E08

Aqui Selena encontra Tanya Holland, chef premiada e proprietária de restaurante. Ela irá ensinar para Selena algumas receitas clássicas americanas. Primeiro um frango frito, uma das receitas que marcam o restaurante de Tanya. E alguns biscoitos tudo feito com soro de leite coalhado. Tanya mora em Oakland e ela conta que o prefeito da cidade designou o dia 5 de junho como o dia de Tanya Holland. Ela ainda conta que ama ouvir música enquanto cozinha, e ama dançar rececendo o apelido de “Disco Tanya”. Selena diz que se ela não trabalhasse com a mídia, ela seria uma chefe de cozinha profissional. Enquanto Selena está concentrada com a massa dos biscoitos, o avô dela pega uma buzina e faz barulho, assustando-a. Nisso, ela conta que o Papa sempre costumava fazer pegadinhas com ela e seus amigos quando eram mais novos. Tanya comenta que estava dando uma olhada na página do Wikipedia de Selena e viu que as duas são de julho, no que Selena comenta que ela é muito sensitiva e adora cuidar das pessoas, falando que é do signo de Câncer. A instituição apoiada nesse episódio é “No Kid Hungry”, que apoia campanhas para alimentar crianças. Tanya diz que não deve haver um motivo para crianças passarem fome, porque isso afeta tudo.

S01E09

Nesse episódio, Selena aprende a cozinhar com o chef Daniel Holzman. Ele é dono de restaurante, empreendedor e professor de culinária experiente. A receita preparada por eles é nhoque fresco com almôndegas de frango, um prato típico do restaurante do Daniel em Nova York. Daniel diz que essa é uma das receitas mais desafiadoras e Selena se autodesafia a conseguir preparar o prato. O chef ainda compara como se Selena tivesse no palco, naquele momento de conquistar ou não os fãs. “Você ficará tipo, ‘eu poderia ter falhado, mas eu arrasei'”. E vamos comentar a dificuldade de Selena para pegar um abridor de vinho (que, aliás, é chique demais!). Ao constatar que as almôndegas de Selena parecem ótimas, Daniel diz que nunca duvidaria do potencial da cantora, porque ele não imagina que ela tenha se tornado uma estrela mundial sem trabalhar duro ou ser inteligente. Após isso, Daniel conta que no início da quarentena estava comendo bastante até que a cunhada dele levou uma balança de presente e ele ficou tipo “nossa, mas isso foi tão na cara”. Quem aí se identifica? Quando Daniel menciona a canção “Boyfriend”, Selena responde que os caras que normalmente dão em cima dela, não fazem seu tipo e que os caras que ela queria que a notassem, não chegariam nem perto de uma estrela do pop. A instituição apoiada por Daniel nesse episódio foi a “No Kid Hungry”, já mencionada anteriormente, mas é uma organização de caridade que alimenta crianças de graça. Cada centavo doado vai direto para a boca faminta de crianças.

S01E10

Nesse episódio, Selena conversa com Nyestha Arrington. Ela é nativa de Los Angeles e trabalhou em alguns do melhores restaurantes da cidade. Ela vai ensinar Selena a fazer um filé de peixe e biscoitos para cachorro. Awn! So conversarem de quarentena, Nyestha diz que está passando com seu cachorro e gatinho, com chamadas de zoom para cozinhar, e Selena comenta de sua irmã, Gracie, que está na escola e, quando Raquelle comentou se ela já tinha finalizado o período, ela disse que o zoom tinha acabado (fazendo referência as chamadas de vídeo e aulas online). Nós entendemos, Gracie, ninguém aguenta mais o EAD! Ao ser questionada sobre sua comida preferida, Selena responde que gosta de coisas com muito sabor, tipo comida mexicana e asiática. A instituição apoiada foi a “NAACP”.

Texto: Equipe Selena Gomez Brasil

Categorias: Notícias; Selena+Chef
Postagem por: Andressa Schmidt
23.09.2020

Selena provou que a cozinha pode ser muito divertida, cozinhando as delícias que ela aprendeu em seu programa “Selena + Chef” com os maiores chefes do mundo e nós queremos ver o que vocês aprenderam também. Trouxemos mais algumas receitas dos quatro últimos episódios – 7, 8, 9 e 10 – para vocês arrasarem na cozinha. Vale até preparar o biscoitinho para o seu animal de estimação, garanto que ele vai adorar o mimo!

Logo abaixo, a gente vai deixar os ingredientes e modos de preparo de cada prato preparado por Selena. Faça na sua casa – tomando cuidado e, se for menor de idade, peça ajuda aos seus pais ou responsáveis – e mostre para nós nas redes sociais, usando a hashtag: #NACOZINHACOMSELENA.

EP 7 – Guacamole e Arroz de panela
EP 8 – Frango frito e Biscoitos de bacon, cheddar e cebolinha
EP 9 – Nhoque e Almôndegas de Frango
EP 10 – Robalo com molho de tomate e coco apimentado e Biscoitos para cachorro

S01E07 – “Um saborzinho mexicano”

Guacamole

Ingredientes

  • Abacates
  • Cebolas vermelhas
  • Pimenta serrano
  • Tomates Roma
  • Suco de Yuzu (fruta cítrica, parecida com o limão)
  • Limão
  • Coentro
  • Sal

1. Separe todos os ingredientes e duas tigelas.
2. Corte meia cebola em cubinhos. E coloque em uma tigela.
3. Corte um tomate em cubos grandes. E coloque na mesma tigela.
4. Pegue a pimenta e corte ao meio na vertical. E retire as sementes. Depois corte-as em pedaços menores. Coloque na tigela também.
5. Para cortar o abacate, gire-o para que a faca dê a volta por todo ele, dividindo-o ao meio. Coloque a polpa de dois abacates em outra tigela. Amasse tudo o que está na tigela, até virar uma pasta e depois junte com os outros ingredientes.
6. Corte o limão ao meio e esprema em cima da mistura, colocando 1/2 colher de sal também. Adicione o suco de Yuzu. Mexa. Em seguida, coloque 1/4 de coentro.
7. Dica do Chef: experimente adicionar abacaxi, queijo fresco e picles para dar um sabor diferente ao guacamole.

Arroz de panela

Ingredientes

  • Óleo de semente de uva
  • Bacon defumado
  • Ovo
  • Cenouras
  • Arroz
  • Camarão
  • Óleo de gergelim
  • Gengibre
  • Cebolas vermelhas
  • Molho de ostras
  • Milho
  • Salsão
  • Chile de árbol (tipo de pimenta)
  • Sal kosher
  • Alho

1. Mise en place, ou seja, separe os ingredientes da receita.
2. Corte uma espiga de milho, para que os grãos caiam em uma tigela.
3. Corte meia cebola em cubinhos e coloque em outra tigela.
4. Pegue duas cenouras, corte ao meio e pique-as em pedaços pequenos. Coloque na mesma tigela do milho.
5. Pegue três salsões e corte-os em pedaços pequenos e retos. Coloque junto do milho.
6. Pegue 8 dentes de alho, amasse-os com a faca e jogue sal por cima. Depois amasse mais um pouquinho com a faca.
7. Descasque e corte o gengibre o mais fino que conseguir.
8. Pegue os camarões e descasque-os. E depois corte-os em pedaços grandes. Coloque em outra tigela.
9. Corte 3 fatias de bacon um pouco menores que o camarão.
10. Em uma tigela vazia, quebre um ovo.
11. Ligue o fogo alto e coloque uma colher de sopa de óleo de semente de uva em uma panela. Adicione o ovo, coloque mais um pouco de óleo e mexa para que não grude. Adicione o gengibre, alho e cebola. Com a parte de trás de uma concha, pressione sobre a mistura. Pegue duas Chile de árbol e quebre com as mãos por cima. Adicione o bacon. Mexa tudo e depois adicione o camarão. Coloque 1/4 de colher de chá de sal como se fosse flocos de neve. Acrescente duas xícaras de arroz. Use a parte de trás da concha novamente para pressionar os ingredientes. Coloque mais ou menos duas colheres de sopa de molho de ostras. Pegue a tigela com os vegetais (milho, cenoura e salsão) e acrescente na panela. Misture e use a parte de trás da concha novamente. Desligue o fogo e a acrescente uma colher de chá de óleo de gergelim.

S01E08 – “O cheiro guia até a cozinha”

Frango frito

Ingredientes

  • Frango
  • Soro de leite coalhado (leitelho)
  • Páprica doce
  • Salsinha
  • Estragão seco
  • Cebola em pó
  • Sal kosher
  • Tomilho seco
  • Óleo vegetal
  • Pimenta de caiena
  • Pimenta preta da terra (pimenta do reino)
  • Farinha multiuso
  • Alho em pó
  • Orégano seco

1. Corte o frango em 8 pedaços e tempere em camadas. Coloque os pedaços em uma assadeira para ser mais fácil de marinar. Separe algumas folhas de salsinha e corte-as.
2. Em uma tigela, coloque uma colher de chá de estragão, cebola em pó, páprica doce, duas colheres de sal kosher e duas de alho em pó. Uma colher de pimenta preta, orégano, tomilho, pimenta caiena. Espalhe a mistura por cima dos pedaços de frango. Coloque as folhas de salsinha. Jogue o soro de leite coalhado por cima. Leve para geladeira.
3. Ligue o forno.
4. Coloque óleo em uma frigideira (dois dedos abaixo da borda) e leve ao fogo médio.
5. Coloque 2 ou 3 xícaras de farinha em uma forma, uma boa pitada de sal kosher e uma colher de chá de pimenta preta. Pegue os pedaços de frango e passe pela mistura. Coloque os frangos no óleo quente, tire e coloque em uma assadeira antes de cozinhar por completo.
6. Leve ao forno por 15 a 20 minutos.

Biscoitos de bacon, cheddar e cebolinha

Ingredientes

  • Bacon
  • Creme de leite
  • Cebolinha
  • Queijo cheddar picante
  • Manteiga sem sal
  • Bocabornato de sódio
  • Sal kosher
  • Fermento em pó
  • Farinha multiuso
  • Soro de leite coalhado (leitelho)

1. Coloque fatias de bacon em uma assadeira e leve ao forno.
2. Pegue as cebolinhas e corte as raízes. Depois, corte em pedaços menores. Coloque em uma tigela.
3. Rale o queijo cheddar. Coloque o queijo junto da cebolinha.
4. Em uma tigela grande, coloque 3 1/2 xícaras de farinha, uma colher de sopa de fermento, duas colheres de chá de bocabornato. Tire o bacon do forno e deixe esfriar. Na tigela, acrescente 1 1/2 barra de manteiga (corte em cubos). Com um cortador de massas, amasse os ingredientes até que fiquem misturados. Coloque de lado e corte os bacons, adicionando junto da cebolinha e do queijo. Misture e reserve. Coloque 1 1/2 xícara de leitelho junto da farinha. Coloque metade do líquido, misture com as mãos e depois acrescente a outra metade e misture. Jogue farinha na bancada/pia e coloque a massa em cima. Corte a massa em 3 e faça bolas.
5. Abra uma bola de massa com um rolo e coloque 1/3 da mistura de bacon por cima da massa. Coloque a segunda bola de massa por cima e abra com o rolo. Coloque mais um pouco da mistura por cima e cubra com a terceira bola de massa, abrindo com o rolo. Coloque o restante da mistura e passe o rolo por cima de tudo. Corte o biscoitos e coloque em uma assadeira. Leve para o freezer.
6. Pegue um pouco de creme de leite, e com um pincel, passe o creme de leite por cima dos biscoitos. Coloque no mesmo forno que o frango.
7. Retire o frango e os biscoitos do forno.

S01E09 – “Delícias do Daniel”

Nhoque e Almôndegas de Frango

Ingredientes

  • Almôndegas
  • Frango moído
  • Sementes de funcho
  • Vinho branco
  • Sal e pimenta
  • Migalhas de pão (farinha de rosca)
  • Ovos
  • Salsinha
  • Nhoque
  • Farinha
  • Batatas
  • Ovo
  • Manteiga
  • Sálvia
  • Limões
  • Queijo parmesão

1. Primeiro, separe todos os ingredientes ao alcance das mãos.
2. Pique as folhas de salsinha.
3. Ligue o forno.
4. Coloque a salsinha em uma tigela. Para um kilo de frango, 1 1/2 xícara de migalha de pão, 2 ovos e duas colheres de chá de sal. Coloque o frango na tigela, quebre os ovos bem em cima, jogue sal e 1/4 de vinho branco seco, uma colher de chá de sementes de funcho moídas, uma colher de chá de pimenta do reino, e jogue as migalhas de pão por último. Misture tudo com as mãos. Se sentir que ainda está molhado, jogue migalhas de pão até estar seco e ficarem firmes.
5. Em uma forma, coloque papel manteiga. Espirre um pouco de água na bandeja para que o papel grude no fundo. Com ajuda de uma colher para sorvete, faça bolas de carne e coloque na forma. Depois leve para o forno entre 12 e 14 minutos.
6. Agora vamos ao nhoque: pegue 1kg de batata, fure-as com um garfo, coloque em uma tigela e leve para o microondas por 15 minutos ou até estarem macias.
7. Coloque água em uma panela e leve ao fogo para esquentar.
8. Tire as batatas do microondas e corte-as ao meio. Vá tirando da casca devagar e colocando em um espremedor de batatas. Esprema toda a batata e deixe em um recipiente.
9. Em outra vasilha, quebre um ovo.
10. Jogue farinha na pia/tábua onde estiver cozinhando, jogue as batatas por cima. Faça um buraco no meio e coloque o ovo dentro. Jogue 1/2 xícara de farinha. Use um cortador de massa e as mãos para que o ovo se misture nos ingredientes. Acrescente 1/2 colher de chá de sal para temperar. Use as mãos para amassar o suficiente para fique uma massa molhada. Com o cortador, separe um pedaço da massa, enrole com os dedos formando uma tira grossa, jogue farinha por cima e corte a massa na diagonal formando pequenos travesseiros. Faça isso com todo o restante da massa.
11. Volte as almôndegas ao forno para esquentar. E jogue sal na água da panela. Separe uma colher de sopa de manteiga, e coloque-a em uma frigideira junto de azeite de oliva. Coloque os nhoques na água e retire cuidadosamente. E jogue-os na frigideira até se tornarem dourados em todos os lados.
12. Corte as folhas de sálvia. Rale o queijo parmesão. Rale um pouco da casca de um limão e corte-o ao meio. Jogue as raspas em uma tigela pequena, esprema o limão coando para tirar as sementes.
13. Derreta meia barra de manteiga em fogo médio. Quando tiver de uma cor dourada, jogue as folhas de sálvia. Adicione o suco de limão. Jogue os nhoques e cubra-os com todo esse molho.
14. Desligue o forno e retire as almôndegas.
15. Coloque as almôndegas em uma bandeja, e despeje os nhoques por cima. Jogue o queijo e a pimenta do reino por cima.

S01E10 – “Um mimo para seu melhor amigo”

Robalo com molho de tomate e coco apimentado

Ingredientes

  • Robalo (tipo de peixe)
  • Molho
  • Leite de coco
  • Sementes de cominho
  • Óleo de coco
  • Gengibre
  • Pimenta caiena
  • Açafrão
  • Dentes de alho
  • Sal
  • Molho de tomate
  • Páprica
  • Fios de açafrão
  • Sementes de coentro
  • Azeite de oliva extra virgem
  • Guarnição
  • Menta
  • Limões
  • Manjericão
  • Coentro

1. Pegue uma colher de chá de sementes de coentro e uma colher de chá de sementes de cominho, leve para torrar por dois minutos. Jogue em um almofariz e amasse.
2. Corte o 2 colheres de chá de gengibre, um dente de alho e uma colher de chá de açafrão.
3. Coloque 3 colheres de óleo de coco em uma panela para esquentar.
4. Coloque 2 colheres de chá de páprica em uma tigela, acrescente 1/2 colher de chá de pimenta caiena, e uma pitada de fios de açafrão. (Especiarias)
5. Adicione as sementes ao óleo de coco, depois o alho, gengibre e o açafrão. Deixe no fogo um pouco e depois acrescente as especiarias. Adicione 1/4 de molho de tomate. Uma lata de leite de coco. Aumente um pouco o fogo e deixe ferver.
6. Coloque os filés de peixe em uma forma e jogue sal nos dois lados. Coloque a panela em fogo médio, adicione azeite de oliva e coloque os filés com a pele para baixo.
7. Vire o peixe rapidamente e retire da panela. Coloque no prato e jogue o molho por cima. Coloque as ervas para enfeitar: menta, manjericão e coentro. Se quiser, acrescente algumas fatias de limão.

Biscoitos para cachorro

Ingredientes

  • Farinha de aveia
  • Farinha sem glúten
  • Purê de abóbora
  • Manteiga de amendoim
  • Óleo de coco
  • Bocabornato de sódio
  • Ovos
  • Gengibre

1. Pré aqueça o forno. Em uma tigela grande, coloque 1 xícara de purê de abóbora, 1/2 xícara de manteiga de amendoim, quebre dois ovos, acrescente 1/4 de xícara de óleo de coco. Rale cerca de uma colher de chá de gengibre no topo da mistura (não precisa descascar). Misture tudo. Acrescente 1 1/4 xícara de farinha sem glúten, 3/4 xícara de farinha de aveia, e uma colher de chá de bocabornato de sódio. Misture tudo novamente.
2. Polvilhe farinha sem glúten na bancada, despeje a massa e polvilhe farinha por cima também. Depois abra a massa com a ajuda de um rolo até que fiquem com 1,5cm de espessura e corte usando forminhas para biscoitos. Coloque papel manteiga em uma forma, coloque os biscoitos e leve para assar por 15 minutos.
3. Deixe esfriar.
4. Em uma tigela, misture 3 colheres de sopa de óleo de côco, 1/4 xícara de manteiga de amendoim. Aqueça os dois juntos por 30 segundos. Jogue por cima dos biscoitos.

Texto: Equipe Selena Gomez Brasil

Postagem por: Andressa Schmidt
09.09.2020

Se engana quem pensa que a quarentena desanimou Selena Gomez. A cantora, que lançou seu terceiro álbum solo em janeiro, já provou por A + B que 2020 é o ano que ela tirou para brilhar. Além de “Rare”, em exatamente 9 meses, Selena já lançou uma versão deluxe para o álbum, criou e lançou uma linha própria de maquiagens, produziu dois filmes, dublou um outro, lançou parcerias musicais importantes, estrelou um programa culinário, virou sócia de uma empresa de sorvetes, ganhou um novo papel como atriz em uma série de comédia e, como se não bastasse, foi capa das revistas Wall Street Journal, Dazed, Interview e, agora, encanta em sua quarta capa do ano, para a revista Allure.

Confira o photoshoot em alta qualidade e a íntegra da entrevista conduzida e escrita por Jessica Chia:

Selena Gomez está em completo controle de sua vida

Estrela do pop, atriz, produtora, e agora empreendedora de beleza, Selena Gomez ainda está buscando um desafio que ela não pode dominar.

Selena Gomez não gosta de aniversários. Quando conversamos, seus 28 anos estavam há apenas alguns dias de acontecer. “Eu não sou muito boa com aniversários”, ela diz, movendo as mãos como se estivesse espantando para longe. Selena (com o devido respeito a ela e ao redator da Allure, vamos apenas chamá-la pelo primeiro nome aqui) deixou o planejamento de festa nas mãos de amigos que ela tem visto durante a pandemia. “Eu não sei, parece que talvez só os 30 devessem ser celebrados. Fazer 28 é estranho,” ela diz. Em defesa de Selena, nada nesse ano parece festivo para ninguém.

Há uma qualidade paradoxal em entrevistas nesses tempos. Elas acontecem a distância, claro, ainda que haja uma intimidade artificial. Nós estamos sentadas em nossas respectivas camas. O look de Selena está sem enfeites. Ela usa uma túnica creme solta de manga comprida, tão simples e elegante que teria o mesmo efeito em casa, em uma passarela de Celine (marca francesa de luxo) ou em uma pintura Renascentista.

O restante de sua aparência também está atemporal: ela prendeu seu cabelo para trás em um rabo de cavalo, bem topo de sua cabeça. Apesar da imagem embaçada do vídeo no Zoom, é evidente por que ela chamou a atenção dos agentes de elenco desde que era mais nova. Seus cílios cheios e sobrancelhas arqueadas contrastam de forma impressionante com o restante de suas características faciais, quase angelicais – até que ela abre um sorriso largo, que te desarma como um desabrochar repentino.

Falando em cílios, sobrancelhas etc, nós estamos aqui para discutir, entre outras coisas, o lançamento da linha de cosméticos da Selena, Rare Beauty, com a qual ela esteve envolvida nos últimos dois anos. “Eu sempre quis o nome ‘Rare’. [A palavra] tem se tornado a identidade da minha marca e de quem eu sou, que está mostrando às pessoas que ser plural e diferente, independente do que esteja acontecendo, eu queria que tivesse esse sentimento que você está incluso,” Selena diz.

Eu não posso prometer que você vai sentir um nível profundo de inclusão no meio de uma pandemia que literalmente requer isolamento, mas eu posso dizer que você vai se sentir muito maravilhosa enquanto usa os produtos da Rare Beauty (que é a próxima melhor coisa). O Illuminating Primer (Primer iluminador) é tão perfeito na pele que me sinto compelida a pular a base. A base, que eu eventualmente testei, é a combinação mais próxima que já tive da mistura precisa dos tons amarelo-oliva-marrom de minha pele. (Pensando nisso, realmente é bem inclusivo). O batom Lip Souffle Matte é o paraíso fortemente pigmentado. O delineador não é incômodo de usar, mesmo para aqueles que tipicamente odeiam delineador. O blush líquido parece um rubor real e dura o dia todo. E o pó compacto Blot & Glow me deixou parecendo sem brilho e sem craquelar em um set de uma sessão onde eu tinha que ser minha própria cabeleireira e maquiadora.

Curiosamente, Selena se encontrou na mesma situação no set de nossa sessão de capa, onde segurança significa que ela teve de ser sua própria equipe de maquiagem. “Eu nunca fiz isso antes,” ela diz. “Eu estava um pouco estressada. Eu estava definitivamente orgulhosa por estar usando [Rare Beauty]. Eu pensava, ‘eu espero que eu tenha feito certo.'”

Alguns dias depois, quando sentamos para conversar, Selena não pareceu nem um pouco nervosa. Ela exala uma calma e serenidade tão inabaláveis, que a princípio me desespera, mas depois me faz sentir mais calma também. Ela é por vezes sarcástica (sobre quando, se acontecer, ela vai se apresentar para uma plateia de novo), sincera (quando discutimos imigração e desigualdade racial) e autodepreciativa (em relação a sua própria fama). Vê-la sentada em sua cama, abraçando seu joelho próximo do peito, é fácil esquecer que a mulher na minha frente é uma estrela do pop no topo das paradas musicais (seu terceiro álbum solo, ‘Rare‘, alcançou o cobiçado primeiro lugar nos EUA, liderado pelo sucesso do single, ‘Lose You to Love Me’), uma das primeiras atrizes latinas a estrelar uma série no Disney Channel e uma produtora executiva de programas de TV controversos roteirizados e não roteirizados que tratam de temas como trauma adolescente, suicídio, estupro e as injustiças nas leis de imigração dos EUA.

Claro, para ter uma credencial impressionante antes de chegar ao final de sua terceira década, você precisa começar cedo. Quando muitos de sua idade estavam tendo suas primeiras bonecas Bratz, Selena, aos 10 anos, conseguiu seu primeiro emprego em um grande programa de TV. Quando seus colegas da mesma geração conseguiam seus primeiros empregos, em algum momento da adolescência, Selena era uma milionária genuína. E esse impulso nos mostra sinais de relaxamento. Sua zelosa base global de fãs, muitos se autodenominam ‘Selenators‘, fez dela uma das celebridades mais influentes do nosso tempo, com mais de 186 milhões de seguidores apenas no Instagram.

Pouca parte da vida de Selena foi vivida na obscuridade, embora pudesse muito bem ter sido. Ela nasceu no dia 22 de julho de 1992, em Grand Prairie, no Texas, filha de Mandy Teefey e Ricardo Joel Gomez. “Minha mãe fez muito teatro, e eu era fascinada por ela,” Selena diz. “Eu era filha única, e muito, muito dramática – e eu ainda sou atualmente. Eu amava atuar.” Selena lembra de pedir a sua mãe se ela poderia estar na TV. “Eu sinto como se fosse uma algo que eu nasci para fazer,” Selena diz. “Minha mãe deixou eu me vestir para as audições. Eu aprendi as falas sozinha.” Os anos que se seguiram à sua regular passagem por Barney & Seus Amigos foram tomados por comerciais, sua primeira audição para o Disney Channel, e então sua grande estreia: “Quando eu tinha 13, eu fiz o piloto de Feiticeiros de Waverly Place,” Selena diz. “Eu me mudei para Los Angeles quando tinha 14. [Essa] série durou 4 anos e meio. E ainda estou viajando.”

Diferente de alguns ex-Disney, Selena faz questão de não minimizar ou descreditar a plataforma que lançou sua carreira. “Eu fui extremamente abençoada por ser trazida do Texas e escolhida para fazer parte de uma das maiores máquinas do mundo – foi meu ensino médio,” Selena diz, rindo. Na real, ela considera sua trajetória em Feiticeiros de Waverly Place, como Alex, uma adolescente corajosa com poderes mágicos, um dos principais motivos pelo qual ela comanda a audiência hoje em dia. “Eu acho que as personagens femininas do Disney Channel tinham muita força,” ela diz. “E meu lado cômico, minhas habilidades de improviso, tudo o que vivi me fez uma atriz melhor.”

Depois de algumas temporadas, coisas começaram a mudar. Ela era seguida no set por fãs. Entrevistadores como Elle DeGeneres repetidamente perguntavam a ela sobre sua vida amorosa. Nos tabloides, e nas, então novas, mídias sociais Twitter e Instagram, as pessoas rastreavam suas atividades em busca de pistas sobre seu status de relacionamento. “Minha vida pessoal estava em todo lugar,” ela diz. “Pareceu muito claustrofóbico e… eu me senti muito presa.”

Nada estava fora do limite para as críticas, inclusive seu corpo. Apesar de sua transparência sobre ter sido diagnosticada com lúpus, uma doença autoimune, ter passado por um transplante urgente de rim, uma segunda cirurgia por complicações relacionadas a primeira, e lidar com pressão alta, seu peso é constantemente criticado. “Eu estava lidando com um monte de problemas de saúde, então eu flutuei muito no meu peso,” ela diz. “Era simplesmente injusto para alguém lidar com isso.”

Selena também sentiu algumas expectativas de parecer mais abertamente sexual em seus vídeo clipes. “Eu fiz coisas que não eram realmente eu,” ela diz. Ela continua, escolhendo as palavras mais deliberadamente: “Existia uma pressão para eu parecer mais adulta no meu álbum, ‘Revival‘. [Eu senti] a necessidade de mostrar minha pele… Eu realmente não acho que eu era [aquela] pessoa.”

Notavelmente, nada silenciou Selena em um assunto pessoal: saúde mental. Na primavera, ela discutiu livremente sobre o assunto com a também ex-estrela da Disney, Miley Cyrus, em uma live no Instagram. “Depois de anos passando por coisas diferentes, eu percebi que era bipolar,” ela contou para Cyrus. “Eu queria saber de tudo, e isso levou o medo embora.” Ela comparou a experiência com seu medo de tempestades quando era criança. Ao invés de mimar ela, sua mãe comprou uma pilha de livros sobre fenômenos do tempo. “[Minha mãe] era tipo, ‘quando mais você aprende sobre algo, menos você vai sentir medo’.”

Meses depois, Selena ainda está processando seu diagnóstico com a maior transparência possível. “Eu sempre tive muitas emoções diferentes e eu não sabia como controlar isso muito bem,” ela diz. “Era complicado. Mas eu acho que estou feliz por entender isso. Uma vez que entendi mais sobre quem eu era, eu fiquei orgulhosa. Eu também me senti confortável por saber que não estava sozinha, e eu ia passar por aquilo. Então eu sempre serei apaixonada por esse assunto. É algo que eu vou continuar falando.”

Para estar com uma mente mais saudável, Selena limita seu tempo nas mídias. Ela não lê comentários, ela não posta no TikTok (sua equipe esporadicamente posta em sua conta para promover projetos), e ela definitivamente não coloca seu nome no Google: “Oh, Deus! Eu não faço isso há anos,” ela diz, franzindo a testa e estremecendo. Então, a expressão dela se suaviza. “Eu honestamente não posso. Eu sou forte de muitas maneiras, mas eu acho que tenho um coração sensível demais.

Seu senso de empatia é um dos principais motivos pelo qual ela esteve mais envolvida em sua conta do Instagram. Quando outras celebridades simplesmente postaram quadros negros para o Blackout Tuesday, Selena resolveu dedicar duas semanas do seu feed para um programa educacional criado por influenciadores no movimento Black Lives Matter. O professor da Universidade de Columbia Jelani Cobb, o ativista e rapper Michael Render (a.k.a. Killer Mike) e a fundadora do ‘Black Trans Circles’, Raquel Willis, estavam entre os escolhidos.

“Tinha muito de que eu não sabia,” Selena diz, colocando o cabelo para trás. “Eu estava tão para baixo em ver como as pessoas estavam sendo tratadas, e saber que pessoas em minha vida têm lidado com aquilo por anos, me contando histórias que elas nunca contaram antes.” Selena faz uma pausa para esfregar atrás de seu pescoço com a mão. “É por isso que o que eu fiz minhas redes sociais foi extremamente importante – ter essas vozes diferentes compartilhando suas experiências. Eu não queria ser alguém que simplesmente ia postar alguma coisa [ou fazer uma] doação.” (Selena doou sim, a propósito, principalmente por meio do Black Equality Fund que ela ajudou a criar em parceria com a organização sem fins lucrativos, Plus1).

Como uma colega Latina, eu perguntei para Selena que lugar ela acredita que nós, como pessoas morenas, temos em um movimento amplamente caracterizado por preto ou branco. Ela não responde exatamente, mas ela releva que tem duas experiências pessoais com descriminação em sua infância, as duas quando ela estava com seu pai, Ricardo, que é descendente de mexicano. “Estava de volta no Texas,” Selena diz. “Eles usavam um termo depreciativo [para se referir] ao meu pai, e eu apenas lembro que ele falava ‘não diga nada, não faça nada’.”

Felizmente, ela não ‘não fez nada’. Ela ajudou a produzir o documentário da Netflix, ‘Living Undocumented’, no ano passado, uma série que acompanha a vida de famílias reais sendo executadas pela execução muitas vezes desumanas das atuais políticas de imigração dos EUA. “Me deixou triste. Eu sabia que me relacionava com isso de muitas maneiras. Muitos de minha família são imigrantes, e fizeram suas vidas aqui,” Selena diz. “Uma vez eu fui removida por ser [imigrante]. Eu estou orgulhosa desse meu lado. Mas ver o que aconteceu [com as famílias no documentário], eu me senti desamparada – completamente enojada e frustrada – e eu queria fazer alguma coisa que faria as pessoas se sentirem desconfortáveis, que ia forçar as pessoas a assistirem algo que talvez elas não queriam ver, ou que não entendem.”

Selena considera ‘Living Undocumented’ uma das maiores conquistas de sua carreira. Ela diz que a outra é o drama controverso da Netflix, ‘Os 13 Porquês’, outra de suas produções, que lida com suicídio jovem, estupro, bullying, abuso, e outros problemas mentais. “Sendo desconfortável ou não, vista como imprópria ou não, tem gerado conversas,” Selena diz. “E eu sinto que foi importante para mim fazer isso.” (Alguns defensores da saúde mental criticaram fortemente a série, e ao menos uma das cenas foi deletada retroativamente).

Os próximos passos da carreira da Selena são decididamente mais leves, pelo menos por enquanto. Na pauta: um programa culinário na HBO Max chamado ‘Selena + Chef’, onde ela e um elenco de renomados chefs cozinham uma refeição “juntos”, mas de suas respectivas cozinhas.

Também tem mais por vir: outros lançamentos da Rare Beauty. (Não há rímel ou sombra na linha ainda, então eu estou apostando neles). Apesar de o “primeiro amor” de Selena ser atuar, e ela planejar continuar fazendo música, é claro que ela está saboreando a mudança de caminho. “Eu definitivamente gostaria de dizer que eu sou empreendedora,” ela diz, sorrindo. “Mas eu sou nova.” Eu pergunto se ela é patroa de alguém. “Esse é um termo estranho,” ela diz, primeiro rindo, depois considerando a possibilidade. “Não é tão estranho. É mais que eu estou no controle,” ela esclarece. “Eu estou planamente no controle da minha vida e em tudo o que eu faço, o que é lançado, tudo. Então gostaria de dizer que sim. Eu estou no comando de tudo na minha vida.”

Fonte: Allure Magazine

Tradução e adaptação: Equipe Selena Gomez Brasil

Categorias: Notícias
Postagem por: Julia Brum
06.09.2020

Na última semana, Selena Gomez e BLACKPINK se tornaram um dos assuntos mais comentados na indústria musical ao lançar a parceria “Ice Cream”. Primeiro single do novo disco da girlgroup coreana, a canção pop refrescou os ouvintes no mundo todo, quebrando recordes e sendo a terceira maior estréia da história do YouTube. Confira abaixo o desempenho de “Ice Cream” e os recordes que Selena quebrou ao lado de BLACKPINK.

Relacionado ao teaser da canção, em duas horas, o vídeo já tinha ultrapassado a marca de 2 milhões de visualizações, além de mais de 1 milhão de curtidas. Ao todo, o teaser completou suas primeiras 24 horas com 13.2 milhões de visualizações no YouTube, além de 2.1 milhões de curtidas.

O vídeoclipe estreou junto com a canção, debutando no YouTube com 1.7 milhões de visualizações. Esta foi a maior estréia tanto de Selena, quanto do BLACKPINK. Em um pouco mais de uma hora, “Ice Cream” já tinha ultrapassado mais de 500 mil cópias ao redor do mundo, sendo a música mais rápida da cantora e do grupo a atingir tal marca. A música também se tornou a canção mais rápida da história a ultrapassar 100 mil cópias vendidas na China.Ice Cream” também foi certificada 3X como ouro na QQ Music da China com menos de uma hora de lançamento.

Em 44 minutos o videoclipe já tinha ultrapassado 1 milhão de curtidas, além de ter debutado no iTunes estadunidense na trigésima oitava posição. Relacionado ao iTunes britânico, a canção estreou na quadragésima quinta posição, sendo a segunda maior estréia de Selena na plataforma e a maior do BLACKPINK. No iTunes brasileiro, “Ice Cream” debutou direto no topo da plataforma.

Em quatro horas de lançamento, “Ice Cream” já tinha ultrapassado “Look At Her Now” sendo a maior estréia de Selena Gomez no YouTube. Após atingir o topo do iTunes estadunidense e se manter estável no top 5, em 12 horas, a canção já tinha vendido mais de 1 milhão de cópias mundialmente, se tornando a canção feminina mais rápida a alcançar a marca em 2020. Neste período, “Ice Cream” também já havia alcançado o topo de mais de 50 iTunes ao redor do globo, além de debutar direto no iTunes mundial.

Após um dia, “Ice Cream” já havia sido descoberta 100 mil vezes no aplicativo Shazam. A canção completou suas primeiras 24 horas com mais de 700 mil cópias vendidas apenas na China. A música também debutou diretamente na quarta posição do Spotify Global, com mais de 7.3 milhões de streams (sem desconto), além de ter quebrado o recorde de maior estréia de uma canção da história do Spotify Filipino.

Em menos dois dias o videoclipe já tinha ultrapassado 100 milhões de visualizações, completando suas primeiras 48 horas com 105.7 milhões de visualizações e 10 milhões de curtidas. Em seu terceiro dia, “Ice Cream” ganhou mais de 20 milhões de visualizações, sendo mais do que o primeiro dia do antigo videoclipe mais visualizado de Selena, “Look At Her Now”.

Ice Cream” debutou com 3.5 milhões de audiência nas rádios pop. Também foi lançado um “Dance Performance” animado da canção que em 4 dias, já está chegando perto dos 30 milhões de visualizações.

Em cinco dias de lançamento, “Ice Cream” ultrapassou as 100 mil cópias vendidas nos Estados Unidos e debutou no top 10 da Rolling Stones, sendo a primeira música de uma girlgroup a atingir as 10 primeiras posições da parada.. A canção debutou na trigésima nona posição da parada britânica de singles, além de estrear no topo do chart global de músicas do YouTube com 215 milhões de reproduções e 169 milhões de visualizações. Os números somam outros vídeos além do clipe.

Com todos esses recordes em uma única semana, já podemos afirmar que a canção é um sucesso! Continue dando stream e suporte para a música clicando neste link. “Ice Cream” se encontra disponível em todas as plataformas digitais!

Texto: Equipe Selena Gomez Brasil

Nome: Selena Gomez Brasil (SGBR)
Desde: 21 de Setembro de 2008
Webmiss: Érika Barros
Co-webmaster: Samuel Rodrigues
Design & programação: Dieux Design & Luana Machado
Entre em contato com nosso site